- Convênios  
  - Marque Consulta  
  - Exames  
  - Trabalhe Conosco  
  - Imprensa  
  - Humanização  
  - Ajude o IBCC  
  - Informativos  
  - Transplantes  
 
     
  NOTÍCIAS  
 
 
 
24.01.2018 - Encontro de Vidas marcado por forte emoção
 
Evento realizado mensalmente no IBCC tem como objeto transmitir vivências positivas de pacientes e a possibilidade de reencontro com os profissionais que ofertaram o cuidado

Em mais uma edição do Encontro de Vidas, evento que reúne histórias de pessoas que fizeram ou estão em tratamento oncológico, muita emoção na última segunda-feira (22), no anfiteatro do IBCC. Três pacientes diagnosticadas com câncer de mama, Jussara Del Moral, Leila Floresta e Geórgia Maria trouxeram suas histórias de superação da doença, como encararam o diagnóstico e passaram a levar a vida com o máximo de qualidade.

Jussara Del Moral revelou que passou a ver a vida de outra forma, 11 anos atrás quando foi diagnosticada. “Temos que aprender em todas as situações, por pior que ela possa se apresentar inicialmente. Fiz minhas melhores amizades após a descoberta do câncer. Descobri novas capacidades. Consigo fazer planos curtos e concretizá-los, tenho hoje mais tempo para mim e meus filhos. Vivo feliz apesar do câncer”, revelou. Hoje, Jussara escreve no facebook sobre a doença e tem um canal no youtube, onde compartilha informações com outras pacientes com câncer.

Já a sergipana Leila Floresta, diagnosticada com câncer de mama em 19 de janeiro de 2017, veio para o IBCC se tratar após indicação de um familiar que se tratou no hospital. Depois de todo o choque inicial do diagnóstico, com a força das filhas e marido, resolveu deixar a terra natal para vir a São Paulo.

“O IBCC se mostrou para mim como um berço e eu uma criança sendo acolhida. Tenho uma confiança extrema em todos os profissionais. Sem exceção. Aqui me sinto em casa”, frisou. Sobre o tratamento e cura do câncer, Leila diz ser importante “nos amar, acreditarmos em nós mesmo, agradecer as coisas boas que a vida nos traz”.

Força espiritual

A engenheira civil, Geórgia Maria, 49 anos, dois filhos, nascida no Pará, está há dois anos em tratamento contra o câncer de mama no IBCC. Segundo ela, não há motivos em sua vida que a faça reclamar, já que está sempre focada na positividade. Ela revelou que uma das maiores bênçãos que já teve na vida foi ser diagnosticada com câncer de mama. “Isso porque a partir do câncer, consegui passar pela dor através do amor, com dignidade, olhando sempre para frente. Deus me curou na alma, eu estou feliz por isso”, pontuou.

Ela afirma ainda que tudo mudou em sua vida, na família, com os amigos. “Tem que aprender a aceitar, entender o que Deus tem para cada um de nós. Os milagres acontecem todos os dias, a gente só não os percebemos”. Georgia Maria agradeceu aos profissionais do IBCC por todo o empenho, amizade e comprometimento.