- Convênios  
  - Marque Consulta  
  - Exames  
  - Trabalhe Conosco  
  - Imprensa  
  - Humanização  
  - Ajude o IBCC  
  - Informativos  
  - Transplantes  
 
     
  NOTÍCIAS  
 
 
 
25.04.2018 - No Dia do DNA, médica do IBCC fala sobre genética em oncologia
 
A médica geneticista do IBCC, Dra. Daniele Paixão Pereira, explica que o câncer hereditário ocorre quando um indivíduo já nasce com uma alteração genética (no DNA) que está presente em todas as células do corpo que pode ter sido herdada do pai ou da mãe e que causa uma predisposição para o desenvolvimento de tumores malignos. E isso ocorre em apenas cerca de 10% dos casos de câncer. “A maioria dos casos de câncer (90%) são esporádicos, ou seja, ocorrem devido a exposição aos fatores de risco relacionados ao meio ambiente e não estão relacionados com a hereditariedade”, explica a médica no Dia Internacional do DNA, neste dia 25 de abril.

Na Oncogenética, conforme a médica, o paciente passa por uma avaliação chamada de Aconselhamento Genético. Nessa avaliação, é feito um levantamento do histórico pessoal de câncer do paciente e de todos os seus familiares, tanto do lado paterno quanto materno. “Informações como o número de familiares que tiveram câncer, o tipo de câncer, onde e em qual idade o tumor se desenvolveu em cada um e documentos que comprovem o caso de doença na família, são muito importantes”, destaca a médica. Caso o paciente avaliado tenha características dessas síndromes de predisposição, será indicado o teste genético para a análise de genes relacionados ao câncer, específico para cada família. “E uma vez encontrada a alteração genética, é possível iniciar um acompanhamento personalizado visando a prevenção do câncer, buscar outros familiares em risco que também podem ter herdado a mesma alteração”, frisa a especialista.