- Convênios  
  - Marque Consulta  
  - Exames  
  - Trabalhe Conosco  
  - Imprensa  
  - Humanização  
  - Ajude o IBCC  
  - Informativos  
  - Transplantes  
 
     
  SOBRE O IBCC  
 
 
     
 

O Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC) foi fundado em maio de 1968, pelo prof. dr. João Sampaio Góes e seu filho prof. dr. João Carlos Sampaio Góes Jr, médicos que desde o início apresentaram vocação para tratar os casos de câncer prioritariamente femininos, hoje ampliados para mais de 15 especialidades com foco em Oncologia.

No ano seguinte à sua fundação, o hospital desenvolveu um programa de diagnóstico e tratamento do câncer de colo do útero na cidade de São Caetano do Sul (SP), que recebeu os prêmios Fernando Machado Moreira e Múcio Athayde. Em três anos, este tipo de câncer foi praticamente erradicado naquele município e mais de 85% dos casos diagnosticados positivos foram curados.

Paralelamente a esse trabalho, o IBCC já mostrava a sua atenção para o câncer de mama. Em 1971, os fundadores do hospital trouxeram o primeiro mamógrafo para o Brasil. Este equipamento, de origem francesa, fazia parte da primeira série fabricada no mundo.
 

Com a experiência de São Caetano, o conhecimento aprofundado do câncer de mama e a experiência do professor Sampaio Góes, que durante três anos (1973-1975) esteve à frente da Divisão Nacional do Câncer (Ministério da Saúde), quando desenvolveu o Programa Nacional de Controle do Câncer (PNCC), o IBCC, em parceria com a Fundação Centro de Pesquisa em Oncologia (hoje, Fundação Oncocentro), colocou o pé na estrada.

A bordo de trens e ônibus, médicos e enfermeiras viajaram por 25 municípios do estado de São Paulo, ainda na década de 1970, para cuidar da população. Diversos casos de cânceres ginecológicos, de mama e de pele foram diagnosticados e tratados.

Após tantos trabalhos em campo, chegou a hora de criar raízes. Em 1976, o então prefeito de São Paulo, Olavo Setúbal, cedeu em comodato ao Instituto um terreno na Mooca. Em 1978, o hospital foi inaugurado no local onde permanece até hoje.

Nos anos 1980, a administração do IBCC foi reestruturada após uma crise financeira e o hospital passou a ser uma entidade camiliana. A partir da gestão São Camilo, o hospital se consolidou e se profissionalizou cada vez mais.

Campanha O Câncer de Mama no Alvo da Moda

E com a chegada da campanha O Câncer de Mama no Alvo da Moda, em 1995, o IBCC expandiu sua infraestrutura.

Os recursos arrecadados pela Campanha permitiram ao hospital qualificar ainda mais o atendimento aos seus pacientes. Muitas obras de expansão foram realizadas, equipamentos adquiridos, especialidades oncológicas ampliadas. Surgiu um novo hospital, mas sempre em busca de sua missão: o atendimento humanizado e com qualidade.