HOME      A CHAPA 1    NOSSAS PROPOSTAS     APOIADORES     NOTÍCIAS      CONTATO
  PROPOSTAS | Veja o que propõe a CHAPA 1
 


Propomos um plano de ação de ação pautado na capacitação profissional e na valorização da Categoria e aproximação com as entidades irmãs (associações, sindicatos e outros). É preciso ter responsabilidade em conhecer e discutir os problemas que os profissionais farmacêuticos vivenciam.

Possuir uma visão de futuro que permita compreender os caminhos pelas quais a profissão deve atuar. Mas acima, e antes de tudo, é necessário compreender o mundo atual, onde o diálogo e a participação tornam-se instrumentos de gestão compartilhada, de empoderamento dos representados, pois somente assim teremos uma verdadeira Democracia Representativa em nosso CRF.


 

 
 
    NOVAS PROPOSTAS

1. Defender, valorizar, ouvir e apoiar os farmacêuticos.

2. Divulgar e incentivar à atuação do farmacêutico em consonância com as Resoluções CFF 585 ( Farmácia Clinica) e 586 ( Prescrição Farmacêutica)

3. Ampliar do CAPACIFAR (maior programa de capacitação já realizado pelo CRF-MG) para diversas áreas de atuação.

4. Ampliar o PRESCRIFAR ( Capacitação em Prescrição Farmacêutica) e Criar o PRESCRIFAR ( Capacitação em Prescrição Farmacêutica) em diversas áreas de atuação.

5. Criar Cursos rápidos de Capacitação EAD.

6. Expandir o CAPACIFAR – Interativo, onde os cursos são uma escolha dos profissionais da região e o CAPACIFAR – Universitário, onde os cursos acontecem dentro das Universidades nas Semanas Acadêmicas e é aberto aos farmacêuticos inscritos no CRF MG.

7. Manter o CAPACIFIS – Capacitação dos fiscais do CRF MG com objetivo de que os mesmos sejam agentes orientadores da profissão farmacêutica

8. Estimular o empreendedorismo para que os farmacêuticos possam abrir sua própria empresa, através de parceria com SEBRAE.

9. Implantar o CONSULFAR – Consulta farmacêutica – Um programa de capacitação para realização de consultas farmacêuticas

10. Incentivar implantação de consultórios farmacêuticos no SUS e na iniciativa privada.

11. Incentivar a criação de tabela de valores dos serviços farmacêuticos contribuindo com a fidelização dos clientes e sustentabilidade dos estabelecimentos

12. Apoiar/ fortalecer as farmácias universitárias e incentivar a abertura de novas.

13. Continuar cumprindo fielmente as normas do TCU, com contas rigorosamente em dia e com transparência.

14. Dar publicidade as reuniões das Comissões Assessoras e aos trabalhos realizados.

15. Realizar o V Encontro das Associações de Farmacêuticos do Estado de Minas Gerais.

16. Apoiar a constituição de novas Associações de Farmacêuticos

17. Ampliar e reforçar as parcerias com entidades representativas do setor farmacêutico e entidades de apoio ao profissional e/ou comunidade – SINFARMIG, SBRAFH, SOBRAFO, SBFFC, SBAC, AMF, AMFH, ANFARMAG, FEIFAR, FENAFAR, ISMP, SESC, SENAC, SEBRAE

18. Manter parceria com Ministério Público a fim de garantir a Assistência Farmacêutica nos municípios.

19. Estabelecer parceria com a Cruz vermelha, Médicos Sem Fronteiras e outras iniciativas de responsabilidade social.

20. Realizar ações conjuntas com o PROCON, ANVISA, SES- MG ( VISA, SAF).

21. Intensificar a fiscalização dos estabelecimentos clandestinos com o objetivo de abrir vagas de mercado para o profissional farmacêutico.

22. Criar delegados regionais para aumentar a representatividade do CRF MG no interior.

23. Lutar para extinguir junto ao MEC qualquer possibilidade de curso de farmácia EAD em conjunto com CFF e outras entidades

24. Realizar a campanha de valorização do farmacêutico: O FARMACÊUTICO PODE E SABE FAZER - Compartilhando com a sociedade todas as áreas de atuação do farmacêutico

25. Criar o projeto SELO FARMACÊUTICO - Selo de perfil 1 de Assistência Farmacêutica, Responsabilidade Social, Responsabilidade Ambiental, Responsabilidade Educacional.

26. Criar o Projeto Atitude Farmacêutica identificando as experiências exitosas por área de atuação e realizando a premiação na Câmara Municipal de Vereadores com objetivo de aumentar a visibilidade ao profissional farmacêutico.

27. Implantar o Consultório Farmacêutico Itinerante durante a Campanha do Uso Racional de Medicamentos.

28. Atuar junto aos gestores públicos para incentivar a Assistência Farmacêutica

29. Assistência Farmacêutica Plena conforme a Lei 13021/2014.

30. Continuar a buscar soluções para o repasse do farmacêutico no programa FARMÁCIA DE TODOS do estado de MG.

31. Ampliar o projeto Cuidado Farmacêutico do CFF para outros polos (grupo de cidades regionalizadas) de Minas Gerais

32. Incentivar a participação dos farmacêuticos nos Conselhos Municipais de Saúde

33. Realizar o 1° Fórum dos Conselheiros Municipais de Saúde Farmacêuticos

34. Incentivar a participação do farmacêutico em Programas do Ministério da Saúde, dentre eles: programa IST, saúde indígena.

35. Exigir a presença do farmacêutico no sistema prisional de Minas Gerais onde houver a dispensação de medicamentos.

36. Incentivar as empresas do setor farmacêutico a ofertarem vagas de estagio aos graduandos de farmácia ;

37. Realizar Fóruns Regionais de Análises Clínicas

38. Realizar campanha de mobilização e valorização do segmento de Análises Clínicas.

39. Levar para mais regiões o Fórum de Farmácia Clínica

40. Incentivar os farmacêuticos à aderirem o Programa TRAGA DE VOLTA

41. Incentivar junto as Câmaras Municipais à criação de projetos de lei que beneficiem os farmacêuticos e a população

42. Criar programa de segurança do paciente focado em prevenção de erros de medicação.

43. Cobrar do MEC a obrigatoriedade do Farmacêutico na Coordenação de Cursos de Farmácia

44. Realizar - Cursos Praticas Integrativas e Complementares

45. Apoiar as Farmácias Vivas